Medicina Tradicional Africana – Bàbá Ifálékè®

Medicina Tradicional Africana

ebo

“A Natureza é sábia e justa. O vento sacode as árvores, move os galhos, para que todas as folhas tenham o seu momento de ver o sol.”

Humberto de Campos

Terapia MTA -(EBO)

A Medicina sendo ela tradicional ou moderna, tem um único propósito: “A preservação da saúde do ser humano”.

Embora sejam vertentes diferentes da medicina, uma complementa a outra na sua essência. São indiscutivelmente dois lados que têm muito a aprender um com o outro, a Medicina Tradicional Africana é constituída por uma grande diversidade de sistemas milenares que foram sendo transmitidos oralmente.

Desde sempre o homem recorreu à plantas e acções místicas para se tratar e se livrar de doenças. Esta atitude com o passar do tempo passou a fazer parte da cultura dos povos, e durante milénios a Medicina Tradicional Africana foi o único sistema de saúde disponível nas comunidades.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) a Medicina Tradicional Africana é o conjunto de conhecimentos e práticas, explicáveis ou não, usadas no diagnóstico, prevenção ou eliminação de doenças físicas, mentais e sociais, baseados exclusivamente em experiências e observações passadas e transmitidas de geração para geração oralmente ou por escrito.

Através do Decreto Lei nº 23228, de 15 de Novembro de 1933, onde se declara que: dentre as competências dos auxiliares de administração civil nas colónias portuguesas, postulava que os regedores indígenas hoje régulos) deviam vivamente “opôr-se à prática de bruxaria e de adivinhações…”.

Mas apesar de tudo, não era raro, ver os próprios colonizadores a consultar um médico tradicional, querendo resolver os problemas de saúde, e até problemas de ordem espiritual e social, intrínsicamente ligados à vida quotidiana. Nessa perspectiva vale a seguinte máxima para os colonizadores: “faça o que eu digo, mais não faça o que faço.” Paralelamente, alguns investigadores iam recolhendo informações sobre o uso medicinal de plantas, desconsiderando a propriedade intelectual e a proteção dos conhecimentos tradicionais das comunidades africanas, identificando-as e compilando informações que acabaram por resultar em jardins e herbários, e registros de patentes e cultivares, à revelia e desconhecimento dos próprios médicos tradicionais e informadores nativos em outros países.

Pretende-se com esta pequena explicação relevar o papel da Medicina Tradicional Africana na ação e obtenção da saúde para todos aqueles que a procuram utilizar como cura dos seus problemas, e também exortar os países para ações mais pro-activas no desenvolvimento da mesma para que a sua integração seja possível e aconteça nos serviços nacionais de saúde.

Na verdade a Medicina Tradicional é a Cultura, a herança e o futuro de África e poderá ser utilizada em qualquer parte do mundo por aqueles que a praticam. A Terapia MTA, também chamdos de”tratamentos Espirituais” ou “Ebo“, estes são rituais que visam corrigir várias deficiências na vida de um ser humano (saúde, amor, prosperidade, trabalho profissional, equilíbrio, harmonia familiar, etc.)

Um Ebo (Tratamento Espiritual) é utilizado pelo Bàbá Ifálékè por meio da Medicina Tradicional Africana sendo reconhecida pela OMS – (Organização Mundial da Saúde) desde 2008 devido às suas pesquisas e estudos terapêuticos nas Universidades de vários países.

Morada:
Rua dos Poisios, Aveiro, Portugal
Telefone:
[+351] 917193362 / [+351] 234288888
Email:
geral@ifaleke.com